Masturbação Feminina (amor próprio)

Gente quem fala a professora Tais Siqueira e hoje o tema que nós vamos tratar nessa aula sobre masturbação feminina No último workshop que ministrei sobre sedução sensualidade, que é o “todos os tons”, apareceram algumas dúvidas, posteriormente, sobre a questão da masturbação: como fazer, o que fazer; e a gente pensa: “uma coisa coisa tão normal”, né? Ainda tem mulher que tem dúvida nisso

Gente é mais comum do que você pode imaginar as dúvidas a respeito da masturbação Existem livros, especialistas, sexólogos, fisioterapeutas, professoras de pompoar, que falam muito bem sobre isso, mas a questão é um pouco mais profunda.

A masturbação feminina envolve todo o corpo “Como assim débora?” É querida, sua pele inteira entra em orgasmo; e quando a gente fala e masturbação, fala e qual foi a primeira imagem que vem à sua cabeça: “a vagina” Clítoris, vagina, aquela região ali.

Relato de Masturbação Feminina

As mais experimentadas diriam: “Ah, não, o períneo anus, seios”; mas não é comum Eu vou falar de uma faixa etária assim, hoje em dia, as mulheres de 40, 36, 45 anos, nessa faixa etária, são mulheres que viveram a cultura da masturbação de uma forma bem podada, bem castrada Tenho uma amiga, inclusive, que ela com 11 anos descobriu que tinha clítoris Ela não é minha aluna, foi uma amiga minha Ela achou interessante, começou a tocar por cima da roupa, assistindo à novela, e tinham outras pessoas na casa e tal. Ela não entendia por que aquilo ali poderia ser errado, e a mãe dela gritou lá da porta da cozinha: ‘pare de safadeza!

Você está que nem uma vagabunda!” Pegou pesado né? Eu entendo que aquela mãe, naquele momento, também se desesperou pelo ato de, na cabeça dela, como mãe, ter uma filha que está descobrindo o prazer sensual ou sexual aos 11 anos, e meio que dali em diante as coisas começassem a se aprofundar: namorador, fazer sexo Nós sabemos que hoje em dia é até comum você encontrar meninas que transam bem cedo Na minha época, eu tenho 36 anos, ainda não era tão comum, mas eu tinha amigos que estavam transando com 13 anos, com 14 anos, e grávidas; Eu morava em um bairro um pouco mais pobre, isso é normal tá, tem isso, é normal; Não deveria ser mas é Normal NÃO, é comum NÃO é normal, retiro, é comum de encontrar, principalmente quanto ao acesso que a gente tem hoje a tudo. Eu com 13, 14 anos, era uma menina que brincava de boneca e outras amigas minhas também, e meninas mais velhas também.

Essa minha amiga em especial, que foi podada ali naquele momento de descoberta dela, por um desespero da mãe dela, ela até hoje não se toca, não tem nenhuma vontade de se tocar, e acha desnecessário, de certa forma, fazer tal processo, mas não é desnecessário Aí você vai pesquisar na internet, não precisa nem eu estar aqui para dizer, você vai encontrar mulheres falando que “ah, você gozar sozinha na masturbação libera hormônios, que tranqüilizam, que deixa você mais feliz, bem humorada, libera endorfina, você dorme melhor” É verdade, tem tudo isso, mas se fosse só gente se tocar, mas não é A gente tem que levar no nosso corpo a cultura de outras mulheres que não fizeram; das nossas antepassadas, que tá aqui registrado nas nossas células, e tenho certeza que enraizada na nossa cultura

É, os tempos mudaram, nós podemos fazer isso Nós podemos nos masturbar Teve uma aluna que me perguntou assim: “mas é certo fazer isso? eu não estou substituindo o sexo não?” “Vou ficar viciada?”, outra perguntou Outra disse: “Eu acho desnecessário não tem pra que Pra que isso?” “Vai mudar minha vida, vai fazer emagrecer? serve como terapia”

Gente, percebe né? Levando em consideração que vai ficar mais feliz depois mas a principal razão que você pode experimentar, sem medo a masturbação, é uma: se autoconhecer

Eu falei no início: a masturbação não é só na vagina “Ah tem anus, tem perinio”, não, não estou falando disso

A masturbação é aqui ó [Apontando para a cabeça] Ela é ou não é aqui [Apontando para a cabeça] tudo isso que você fala, que você vive, esse medo, tudo isso está aqui [Apontando para a cabeça] É que nem a questão da virgindade Eu vi várias vídeos quando eu era mais nova sobre a questão da virgindade, e a virgindade não é no corpo

A virgindade é aqui ó [ [Apontando para a cabeça] Então existe uma falta de entrega nossa para nós mesmas e nossa em qualquer outra perspectiva de relacionamento Falou em relacionamentos já lascou tudo, que você já espera que o outro descubra como é que você gosta e tem homem que se você disser pra ele que você gosta de se machucar e se sente traído Aí fica complicado Você uma experiência dessa, de reconhecer você ta lá no maior bem e bom com o seu namorado e ele vê você se masturbando e diz assim: “não acredito não que você está fazendo isso”; e quem fica com raiva, e vira a cara Aí quem é desenrolado, que pode estar vendo este vídeo diz assim: “Não, isso é normal

Não é uma pessoa normal” Gente é bem comum Eu estou trabalhando com o trabalho de mentoria sensual para homens e mulheres, já tem alguns anos, e eu ouço isso sempre, tanto de não fazer a masturbação, não exercer a masturbação como me perguntar se é preciso algum instrumento especial pra se masturbar, objetos Eu já falei: “pra que você vai usar objetos agora se você não sabe usar seu próprio corpo Ta aí suas mãos, vão começar com elas”

Você não passa nem hidratante no corpo Tá bom, vou nem falar de uma ,masturbação agora Você não passa nem o hidratante no corpo, estou falando da maioria, não estou falando da exceção Você não protege nem quem você é, se tocando, se conhecendo, então você vai desse jeito, toda lascada, para um relacionamento amoroso Chega lá o cara faz direito em você, você vira os olhinhos, se apaixona

E hoje em dia a gente tem a internet como água na nossa vida, então além dessa pegada de você ter acesso a muita informação, ficar confusa, fica louca, tem a questão cultural que é muito forte de ser uma coisa desnecessária, “ai aquilo fazer aquilo, masturbação” “Pra quê?” Uma vez uma aluna perguntou: “e eu não vou passar a gostar de mulher, se eu começar a me masturbar?” “Como é isso professora? eu vou te desejo em mim mesma?” É sério “Ah, não acredito que essa menina falou isso

Ela uma boba” Não, ela não é uma boba O nome disso é cultura e educação Ninguém sabe o que ela ouve quando era criança Essa minha amiga, que foi podada, tudo bem não sei se haveria uma outra forma ali naquele momento, de agir, também quem é que está na cabeça da mãe né? A gente tem uma desculpa mãe né? Por que minha mãe não me ensinou, a mãe isso, a mãe aquilo

A mãe tem culpa de tudo né? E a culpa é sua Sua mãe deu o melhor que tinha pra você, fez tudo o que pôde por você, aí você vai ficar cobrando dela? Me economize Tem nada a ver com ela, não Tá, você já descobriu que ninguém aguenta saber que uma mulher se masturba Oi? Ta bom, já descobrimos isso; e você tem que falar para todo mundo? “Ai, e se eu quiser falar?”

Não tem problema, mas tem que falar? é necessário falar pra todo mundo que você quer aprender a se masturbar? não precisa, saber o que você se faz? você fala comigo Eu tenho videoaulas, eu posso falar falar com você por skype, por whatsapp, ou até presencial Ou fala com alguma amiga mais experiente, ou fala com sua própria mãe, que se ela for mais aberta vai ser legal também Mas não é toda mãe que aguenta ouvir o que você tem pra dizer; e você tem que respeitar a cabeça dela É a criação que ela teve, a vida que ela teve

Você sabe como foi a vida sexual dela Você nem sabe se ela já teve UM orgasmo Então não vai culpar a mãe Se você tem uma mãe parceira, uma mãe que te ajuda, que conversa com você, dê graças a Deus, por que não é tão comum assim, principalmente nas mulheres mais velhas Essa parceria, essa abertura para falar sobre sexo

Uma vez eu vi uma reportagem, não me lembro se foi em algum programa da globo, se foi no “fantástico” A mãe disse assim: “Eu sei que a minha filha já têm uma vida sexual ativa, mas eu prefiro não acreditar” Tem mãe que não aguenta ouvir que a filha começou a transar Aí você vai supermoderna, querendo aparecer, e fala tudo Ela aguenta? Você não sabe se ela aguenta

Não é que ela não gosta de você, ela não aguenta ouvir pô Tem que ter calma Se você quiser conversar mais sobre isso, me chama no whatsapp, meu telefone é 081 9 8863-1440, e eu atendo por um vídeo, eu e você Vou ensinar tanto técnicas de masturbação, você a partir do seu corpo, como a utilização de objetos, mas sinceramente, não precisa ir a um sex shop correndo comprar um vibrador Primeiro vá se conhecer

Primeiro trabalhe a tua cabeça, pra depois, quem sabe, você começar a frequentar os lugares que você pode comprar, os assessores que vão te ajudar a ampliar esse prazer E esse prazer não serve só para você gozar Veja que desnecessário você pensar isso, não precisa, meu amor, só gozar Você pode usar esse prazer pra relaxar, você pode usar esse prazer pra ficar mais bem-humorada, pra começar a tratar as pessoas bem melhor, porque quando a mulher mal gozada, meu amor, quando a mulher mal gozada, ninguém merece, até o diabo corre É mal gozada e enfezada

Enfezada é quem não faz cocô, você sabe disso A mulher enfezada, ela vive querendo comer o fígado de alguém, aí da problema no estômago, da problema no intestino e ela fica puta da vida, aí começa a falar da vida dos outros O homem também Estou falando de mulher porque o foco é masturbação feminina O orgasmo, o prazer, não servem única e exclusivamente para você gozar, amplia a tua capacidade de percepção, serve para potencializar sua vida, não é só uma ginástica

Transar, se masturbar, não é só uma ginástica É também, mas não é só É mais que isso, é desenvolver e potencializar sua energia sexual para você trabalhar melhor, pra você se amar mais, pra você atrair boas oportunidades, porque uma pessoa bem amada, por si, é uma pessoa que atrai oportunidades positivas, que abre portas a boba da masturbação né? e você aí boba acreditando que era só para gozar Tem muito por trás disso

“ai, eu vou ficar viciada?” Qualquer coisa na vida pode viciar Você pode ficar viciada de olhar a internet, pode ficar viciada em ver o whatsapp, você pode ficar viciada em aula de dança, pode ficar viciada em um esporte específico, você pode ficar viciado em drogas, em bebida, cigarro, enfim sexo a falar mal dos outros, que uma pessoa desocupada, uma pessoa que não goza A VIDA, é uma pessoa que fala mal dos outros né? É uma pessoa ignorante Não estou falando para ninguém específico

Cuidado para depois não estar me xingando no vídeo (comentários), dizendo que estava falando exclusivamente para você, querida Se não for sua carapuça, não vista; mas é certo que uma pessoa mais bem resolvida com o seu corpo com a sua sensualidade, a sua energia sexual, ela é uma pessoa que atrai oportunidades positivas Depois não vá reclamar que a tua vida está desandando no dinheiro, no trabalho, nas amizades Não vá reclamar e dizer que você só atrai homem que te faz mal, porque só quem faz mal a você é você mesma Eu duvido que você em sã consciência vai deixar um cara te xingar, te bater, te maltratar

Recebo casos assim também Tem casos que têm um tratamento pra isso: fazer um acompanhamento psicológico; e tem casos que começa com um pequeno desabou por você e se torna essa bola de neve “Ah, professora, ninguém gosta de ser violado, violentado, de apanhar” É, eu acho que não é normal, realmente não é uma coisa normal, mas isso acontece quando você dá o poder ao outro, de te proporcionar momentos felizes O outro pode te ajudar

A gente conversou sobre isso no outro vídeo O outro pode caminhar do lado, mas é sua responsabilidade, é sua felicidade, então, querida, vamos aprender tudo, incluindo a masturbação Você com você, só love só love E aí, topa entrar nessa? tem coragem? gente, espero vocês então, via skype ou whatsapp (vídeo), ou presencial Faço também palestras e workshops pelo brasil

se quiser contratar é pelo mesmo telefone 081 9 8863 1440 O meu papel na sua vida é ampliar a tua felicidade Vamos nessa? Vamos juntas, ou você não tem coragem? Se curtiu, compartilha Pensa nisso Deixa eu like

Pode deixar perguntas, se quiser, nos comentários e eu aguardo você, no privado Beijo grande Uma excelente semana pra vocês, um excelente final de semana pra vocês